Cultura de volta ao espaço público durante os meses de agosto e setembro

Através do projeto Cultur#ACT, o Município de Santa Maria da Feira apoiou 23 projetos culturais que serão agora apresentados de 15 de agosto até 27 de setembro. Os projetos incluem música, teatro, magia e espetáculos multidisciplinares realizados por artistas locais.

 

A pandemia fez parar o mundo inteiro e a Cultura foi uma das áreas mais afetadas. Agora que o desconfinamento se faz de forma gradual, os feirenses (e não só) terão à sua disposição 23 projetos culturais para assistir no concelho de Santa Maria da Feira. Por todo o território, durante os meses de agosto e setembro, será possível ver teatro, música, magia, em lugares como os claustros do Museu Convento dos Lóios (Feira), Porto Carvoeiro (Canedo), Parque de Lazer da Azenha (Arrifana), Jardim da Voltado a Poente (Romariz), entre tantos outros, num périplo de animação que passará por 15 freguesias.

 

A bolsa de programação de projetos locais, apoiados pelo Município de Santa Maria da Feira através do programa Cultur#ACT, inclui artistas locais e projetos por si idealizados e submetidos, num total de 77 propostas recepcionadas. A próxima atividade acontece a 15 de agosto, no centro histórico de Santa Maria da Feira, com a atuação de Elisabete Sousa. O espetáculo ‘Aquae Renovatae’ apresenta-se como uma desconstrução em cena da mais antiga tradição feirense – as Fogaceiras – com o intuito de questionar a transformação deste ritual e a sua evolução.

 

Agosto contemplará atuações de: Jeanneth Vieira, com ‘As Cores do Meu Coração’, Susana Santos e António Laranjeira, num dueto que exalta os grandes clássicos do fado, e Lécio Dias, que traz ‘Firgun’, com base no conceito sobre o sentimento de satisfação pelas conquistas de outrem. Ainda, Joana Vilar com ‘De Pequenória se torce a História’, um conto que vai mais além, Ana Filipa Gomes de Sousa com a pergunta ‘Do You See the Sound of the Saxophone?’, explorando a dicotomia entre som e imagem, e Daniel Padrão, com uma dose dupla de projetos: ‘Colourblind’, em conjunto com Inês Vieira, junta vozes com guitarra, e ‘Silvestre, o Só’ retrata dois viajantes do tempo que se deparam com a questão ‘O que nos faz feliz?’.

 

Já setembro traz ‘A Verdadeira História da Carochinha’, por Ana Carlos Almeida Fonseca, ‘Zacarias, o Grande’, o entertainer de renome que apresentará truques e ilusões com o seu assistente Ezequiel Mais ou Menos, e Fuck You Brass Band, uma das bandas itinerantes mais conceituadas do país. Susana Castro Santos convida, desta vez, o projeto Fado Inverso para mais fado com violoncelo, Diogo Divagações explora as palavras em Divagar Concêntrico e os Blue & White Strings Duet readaptam os seus concertos levando música às casas das pessoas. Haverá ainda uma partida de ténis na praça, um serão com histórias e um baile louco, além de dois corpos que expressam a poesia de Florbela Espanca.

 

Cultur#ACT é mais um projeto de apoio à Cultura, promovido pelo Município de Santa Maria da Feira, que se destina a combater as repercussões profundas no setor cultural, na atividade dos seus profissionais e na forma de fruir Cultura, causadas pela pandemia Covid-19. O projeto, que contou com um orçamento global de 50 mil euros, incentiva a troca cultural entre artistas e sociedade civil como uma ação de política pública que promova, afirme e fortaleça as comunidades, seus saberes e fazeres, dinamizando, de forma descentralizada, o espaço público e o património cultural e natural do território.