URBact | active citizens

O Município de Santa Maria da Feira integra pela primeira vez um projeto no âmbito do programa URBact, que em junho 2019 aprovou 23 Redes de Planeamento de Ação, as quais envolvem 26 países e 203 parceiros.

O projeto Active Citizens é liderado pela cidade de Agen (FR) e tem como cidades parceiras, além de Santa Maria da Feira, Bistriat (RO), Cento (IT), Dinslaken (DE), Hradec Kralové (CZ), Saint-Quentin (FR) e Tartu (EE).

Active Citizens cria uma rede de cidades que desejam enfrentar os desafios da governança local, nomeadamente a promoção da democracia participativa, numa abordagem intergeracional e digital, incentivando a participação do cidadão e o uso de novas tecnologias, no processo de cocriação e na tomada da decisão local.

As etapas do projeto englobam:

» 1 ª fase (setembro 2019 a março 2020):

Kick-Off Meeting Agen, 2 e 3 de outubro de 2019, inicio do Baseline Study;

Visita exploratória do expert Urbact, Christophe Gouache, e do líder do projeto, Nicolas Castet (Ville d’Agen), às cidades parceiras: Santa Maria da Feira 17 e 18 de dezembro 2019;

Encontro Transnacional em Cento (IT), 5 e 6 de fevereiro 2020, apresentação do Baseline Study

Submissão do projeto à 2ª fase, de Aprendizagem e Boas Práticas, março 2020

» 2ª fase (maio 2020 a maio 2022)

 

O programa URBACT existe há 15 anos. É o programa de Cooperação Territorial Europeia, com o objetivo de promover o desenvolvimento urbano sustentável integrado nas cidades da Europa.

É um instrumento da política de coesão, co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, pelos 28 Estados-Membros, pela Noruega e pela Suíça.

É um programa europeu de intercâmbio e aprendizagem que promove o desenvolvimento urbano sustentável.

Permite que as CIDADES trabalhem juntas para desenvolver soluções para os principais desafios urbanos, reafirmando o papel principal que desempenham enfrentando mudanças sociais cada vez mais complexas.

Ajuda as cidades a desenvolver SOLUÇÕES pragmáticas, novas e sustentáveis e que integram as dimensões económica, social e ambiental.

Permite que as cidades partilhem as boas práticas e aprendizagens com todos os profissionais envolvidos na política urbana Europeia.

O URBACT está em 550 cidades, 30 países e envolve 7.000 participantes locais.