território

Consagrando expressão geográfica às políticas do município, o ordenamento do território concretiza os quadros de referência para a aplicação de políticas urbanas, definindo a estrutura, o regime do uso do solo e os critérios de transformação do território.

Do mesmo modo, ao estabelecer regras sobre a implantação das infraestruturas e o desenho dos espaços de utilização coletiva, a forma da edificação e a disciplina da sua integração na paisagem, a localização e inserção urbanística dos equipamentos de utilização coletiva e a organização espacial das demais atividades de interesse geral, pretende-se reforçar a dinâmica de desenvolvimento de Santa Maria da Feira enquanto território de oportunidades.

Uma dinâmica que garanta novas intervenções com coerência, “construindo “ e antecipando um território bem estruturado, coeso, com dinamização da vida económica e social, tornando-a competitiva e por isso, mais atrativa. Geradora de emprego, massa crítica e qualidade de vida…