Município Cultura Sociedade Turismo

Fogaceiras: Tradição secular volta a cumprir-se em Santa Maria da Feira


A Festa das Fogaceiras, uma das maiores festividades religiosas do Norte de Portugal, e a mais identitária do concelho de Santa Maria da Feira, volta a acontecer no dia 20 de janeiro, cumprindo-se uma tradição com mais de 500 anos de devoção ao mártir S. Sebastião.

A mais antiga e simbólica festividade religiosa de Santa Maria da Feira, celebrada também além-fronteiras – Brasil, Venezuela e África do Sul –, pelas comunidades feirenses, acontece no dia 20 de janeiro, com três grandes momentos ao longo do dia, sendo as meninas fogaceiras de todo o concelho, totalmente vestidas de branco, com cintas coloridas e de fogaça à cabeça, um dos ícones desta tradição.

Às 10h30 tem início o Cortejo Cívico, entre os Paços do Concelho e a Igreja Matriz, já com as meninas a transportar à cabeça as tradicionais fogaças, coroadas de papel de prata de diferentes cores, seguindo-se às 11h00, a Missa Solene com Bênção das Fogaças, presidida pelo Bispo do Porto. Para as 15h30 está marcada a Tradicional Procissão das Fogaceiras com cerca de 300 meninas a desfilar de branco pelas ruas do centro histórico, transportando à cabeça o pão doce que desde há mais de cinco séculos a comunidade vem entregando a S. Sebastião para agradecer a sua proteção.

O Programa Cultural da Festa das Fogaceiras 2020 estende-se por todo o mês de janeiro, com diferentes iniciativas, da música ao teatro, passando por exposições até a concursos e oficinas artísticas. O programa culmina a 25 de janeiro, com o espetáculo Variações Filarmónicas, pelas 21h45, no Grande Auditório do Europarque, numa perfeita homenagem à vida e obra de António Variações.