Educação Sociedade

Livro Humano Vai à Escola


 

Catarina Oliveira foi a jovem que, nesta sessão na EB de Canedo, transportou os jovens alunos para o dia a dia de uma pessoa com deficiência, abordando temas como os cuidados a ter, equipamentos necessários e o papel dos cuidadores.

Em celebração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, que se assinala hoje, dia 3 de dezembro, o Agrupamento de Escolas de Canedo acolheu ontem mais uma edição do projeto ‘Livro Humano Vai à Escola’. As duas turmas do 4.º ano ouviram atentamente a jovem Catarina Oliveira que, com o seu sorriso contagiante, os transportou para o dia a dia de uma pessoa com deficiência.

Durante a sessão interventiva e animada, que contou com uma receção calorosa dos alunos, foram abordados temas como a diferença entre paraplegia e tetraplegia, as transformações necessárias em casa, a importância do desporto para todos e os equipamentos de praia existentes, o papel dos cuidadores e a responsabilidade social de todos enquanto cidadãos.

O ‘Livro Humano Vai à Escola’ é um projeto pioneiro em Portugal, inspirado numa experiência do Conselho da Europa, que inclui partilha de vivências e histórias de vida com crianças e jovens, segundo a máxima ‘Não julgues o livro pela capa’, tendo como objetivos sensibilizar para a diversidade cultural e a igualdade de oportunidades.